Blog

Preço do leite compromete cerca de 10% do salário mínimo

Preço do leite compromete cerca de 10% do salário mínimo

O aumento assustador no custo de vida da população reflete diariamente no consumo de produtos básicos das famílias. Um dos reflexos do alto custo da produção na lavoura está sendo visto nas prateleiras, com o valor médio de R$5,00 o litro do leite no Rio Grande do Sul.

O presidente da Associação Gaúcha de Supermercados (AGAS), Antônio Cesa Longo, considerando o valor do litro do leite, uma família de quatro integrantes, que consumiam 24 litros de leite por mês, irá comprometer cerca de 10% do salário mínimo com leite.

Segundo pesquisa do Dieesse em Porto Alegre, o alimento subiu 3,52% no mês de maio. No ano, o aumento chega a 31,05% e, em 12 meses 33,87%. A economista do Dieese no Rio Grande do Sul, Daniela Sandi explica que enquanto as famílias sentem esse nível de alta, o preço ao produtor teve elevação de 21% no mesmo período. Ainda segundo ela, a elevação do preço do leite em 12 meses é quase três vezes a inflação do período (11,90%), pelo INPC/IBGE, mas no ano a alta é seis vezes o INPC acumulado (4,96%).

Considerando que o INPC é o balizador das negociações de reajustes salarias, na reposição de custos os trabalhadores com carteira assinada terão de repensar os itens consumidos na cesta básica.